domingo, 25 de novembro de 2012

Grandes Franquias V: O Massacre da Serra Elétrica

A franquia O Massacre da Serra Elétrica começou lá em 1974 com um filme de terror de mesmo nome. Depois dele, vieram três sequências, um remake, um prelúdio deste remake e mais uma sequência este ano, que começa de onde o original de 74 parou. Ao todo, são 7 filmes que compõem esta franquia. Mais sobre cada filme, a seguir.

-O Massacre da Serra Elétrica



Lançado em 1974, contava a história de uma família de assassinos canibais que sequestrava os clientes de seu posto de gasolina no Texas. Foi dirigido por Tobe Hooper (que anos mais tarde dirigiria outro dos melhores filmes de terror de todos os tempos, Poltergeist - apesar de haver controvérsias em relação a isso) e, aclamado pela crítica, foi um sucesso de bilheteria que ajustado pela inflação teria feito mais de US$130 milhões. O filme foi responsável por inventar grande parte do que hoje são clichês dos "slasher movies" e tornou o assassino Leatherface um personagem bastante conhecido.

-O Massacre da Serra Elétrica 2




A continuação demorou a vir. Novamente dirigida por Tobe Hooper, só foi lançada em 1986; e só ocorreu pois os slasher movies tinham se tornado extremamente populares com filmes como Halloween (1978-US$159 milhões, ajustado pela inflação) e Sexta-Feira 13(1980-US$113 milhões, idem) e as diversas continuações que ambos os filmes tiveram. Massacre 2 recebeu críticas mistas e foi muito criticado por ter muito sangue (ao contrário do 1° filme) e, enquanto o original se levava a sério, a continuação virou uma comédia de terror. Apesar de ter feito mais que o custo de produção, foi um fracasso se comparado com o original.

-Leatherface: O Massacre da Serra Elétrica 3




Na época antes de seu lançamento em 1990, o filme ficou um pouco famoso devido a briga do estúdio New Line Cinema com a MPAA (o órgão que faz as classificações indicativas dos filmes nos E.U.A). A MPAA queria dar ao filme uma classificação X que proibiria todos os menores de 17 anos de ver o filme. Já a New Line queria uma mais leve, um R (os menores de 17 anos poderiam ir aos cinemas, se acompanhados dos responsáveis). No final a New Line venceu, mas o filme foi um fracasso de bilheteria e crítica.

-O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno



O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno de 1994 não trouxa nada de bom a franquia. É considerado tão ruim quanto o anterior e foi um fracasso ainda maior de bilheteria. E um dos poucos motivos para vê-lo, além, é claro, se quiser saber o que acontece na continuação da franquia, é por ser um dos primeiros filmes de Renée Zellweger e Matthew McConaughey, na época, praticamente desconhecidos. Os múltiplos fracassos deste filme independente fizeram com que ninguém se interessasse em fazer uma sequência.

-O Massacre da Serra Elétrica



Mas, nove anos depois, em 2003, foi feito um remake. O Massacre da Serra Elétrica (2003) foi feito pela Platinum Dunes, de Michael Bay, estúdio responsável por diversos outros remakes atuais de filmes de terror antigos como Sexta-Feira 13 e A Hora do Pesadelo. Apesar da maioria de críticas negativas (porém melhores que os dois filmes anteriores), o remake foi um enorme sucesso de bilheteria (US$107 milhões mundialmente) e foi bem recebido pelo público em geral. Isso fez com que a Platinum fizesse uma continuação- ou melhor, um prelúdio- três anos depois, a menor espera por um filme da franquia.

-O Massacre da Serra Elétrica - O Início




Lançado em 2006, O Massacre da Serra Elétrica - O Início fez menos da metade do que o anterior (US$51 milhões) nas bilheterias e recebeu algumas das piores críticas da franquia. A Platinum disse que não produziria outros filmes da franquia, após esse fracasso.

-O Massacre da Serra Elétrica - A Lenda Continua




Em 2009 o estúdio Lionsgate comprou os direitos para produzir novos filmes da franquia. O primeiro desses possíveis futuros filmes foi lançado em Janeiro de 2013. O Massacre da Serra Elétrica - A Lenda Continua foi lançado em 3D e é uma continuação direta do filme original de 1974, contando a história de uma jovem que viaja para o Texas com seus amigos para pegar a sua parte da herança de uma avó desconhecida. Entretanto, lá, ela conhecerá seu primo: Leatherface. A recepção pelos críticos foi bem ruim e a bilheteria (US$41 milhões mundialmente -apesar de que ainda falta alguns mercados para lançarem o filme, incluindo o Brasil) talvez não tenha sido tão alta para indicar quando novos filmes da franquia serão feitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário