terça-feira, 8 de maio de 2012

Crítica: Os Vingadores


Eu, e acho que mais uns milhões de pessoas, esperávamos muito este filme. Depois de ter assistido aos 5 filmes dos heróis (Homem de Ferro, O Incrível Huck, Homem de Ferro 2, Thor e Capitão América), todos muito bons, eu esperava que a sua reunião em Os Vingadores (The Avengers,2012), fosse, no mínimo, melhor que os filmes anteriores. E não me decepcionei.
Os Vingadores mostra a reunião organizada por Nick Furry (Samuel L. Jackson) dos super-heróis Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans), o Incrível Huck (Mark Ruffalo), Thor (Chris Hemsworth), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) contra a invasão de Loki (Tom Hiddleston) que planeja destruir a Terra. As cenas de ação do filme são ótimas. Muitas são de tirar o fôlego e todas tem um valor para a trama. As lutas não estão lá só por estar, mas sim porque são bem feitas e apresentam um valor a história. Os efeitos especiais são excelentes, como era de se esperar de um filme com um custo de 220 milhões. Mas mais que tudo isso, os diálogos são excepcionais para um filme de super-herói que tem tantos personagens. Todos eles apresentam a mesma importância nas cenas e tem um tempo de tela semelhante. Nas atuações, apesar de todas serem boas e cumprirem o que seu personagem pede, destaco três: Tom Hiddleston, Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo. O primeiro está bem melhor do que em Thor e dá um ótimo vilão louco. O segundo está tão bom e engraçado como em seus filmes solo do Homem de Ferro, e só por isso já merece nota. E o terceiro está perfeito para o papel de Huck, sendo talvez o melhor Huck já apresentado, seja no cinema ou na televisão.
O filme dirigido e escrito por Joss Whedon- que fez um ótimo trabalho- não tinha como ser melhor. Ficamos no aguardo de Homem de Ferro 3, Thor 2, Capitão América 2 e de um possível Os Vingadores 2 num futuro (esperamos) breve.



Nenhum comentário:

Postar um comentário